Capa

Cascavel de Ouro Automobilismo Geral

Edson Massaro confirmado como promotor da Cascavel de Ouro por cinco anos

A Cascavel de Ouro contabilizou os recordes de 70 carros e 155 pilotos inscritos
(Vanderley Soares/Grelak Counicação)

Edson Massaro e Orlei Silva assinaram nesta quinta-feira o contrato que mantém a
(Vanderley Soares/Grelak Counicação)

Diretor da Masso Sports Ltda. assina novo contrato com Automóvel Clube e segue à frente do evento que conduziu a recordes em 2017 e 2018

14.02.2019  |  43 visualizações

O piloto e advogado Edson Luiz Massaro será promotor da Cascavel de Ouro até a edição de 2023. Diretor da Masso Sports, empresa que organizou a corrida no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel, nas duas últimas temporadas, ele assinou na manhã desta quinta-feira (14) o contrato de cessão dos direitos de organização com o presidente do Automóvel Clube de Cascavel, Orlei Silva. O acordo tem vigência de cinco anos.

Com isso, a Masso Sports segue na promoção do evento e já começa a estruturar a 33ª edição, confirmada para o dia 3 de novembro. “Eu cheguei até a me retirar da organização da prova, mas fui procurado pelo Automóvel Clube, que falou também em nome da Federação Paranaense de Automobilismo. Sou um apaixonado pelo automobilismo e o desafio de manter a Cascavel de Ouro em crescimento me fez aceitar a proposta”, comentou Massaro.

A validade de cinco anos do novo acordo é bem vista pelo organizador da corrida. “Nós vínhamos negociando ano a ano. Agora, com um prazo maior, a condição de viabilizarmos parcerias que possam beneficiar o evento e seus pilotos se torna mais positiva. Um dos diferenciais do nosso evento é o pacote com premiação em dinheiro e transmissão ao vivo na televisão, e manter esses itens é uma das nossas prioridades desde já”, afirmou.

Sob a coordenação de Massaro, a Cascavel de Ouro estabeleceu novos recordes nas duas últimas edições. A de 2017, que ofereceu premiação de R$ 100 mil aos vencedores, reuniu 56 carros e 121 pilotos inscritos, de 14 estados brasileiros e do Distrito Federal. No ano passado os números foram ainda mais expressivos: 70 carros e 155 pilotos inscritos, representantes de 11 estados e do Distrito Federal, além de Paraguai, Argentina e Portugal.

Orlei Silva, presidente do Automóvel Clube, frisa o aval da Federação Paranaense para a manutenção da parceria com a Masso Sports. “O próprio presidente (Rubens Gatti) orientou que o contrato fosse feito. Hoje eu não vejo o Automóvel Clube com condições para promover um evento nos moldes dos dois que o Massaro promoveu, dando dimensão nacional à Cascavel de Ouro. O comprometimento dele fez a prova renascer e crescer”, apontou.

RECORDES
A primeira Cascavel de Ouro promovida por Massaro, em 2017, teve 56 carros e 121 pilotos inscritos. Foi a primeira a revelar a necessidade da pré-classificação nos treinos para definição do grid de largada, dada a limitação de 50 carros no grid. Em 2018 a legislação desportiva ampliou o grid a 55 carros. A pré-qualificação fez-se necessária ainda assim: foram 70 inscritos. Uma prova preliminar levou à pista duplas e trios não classificados à prova principal.

Denominada Copa Masso Alimentos, a prova preliminar teve vitória da dupla pernambucana Rogério dos Santos/Dorivaldo Gondra Júnior, que como premiação assegurou isenção total da taxa de inscrição para a corrida de 2019. A dupla paulista Marcos Paioli/Peter Gottschalk, segunda colocada, garantiu a isenção de 75% da inscrição para este ano. Os mato-grossenses Luis Santini e Alex Chicati, terceiros colocados, ganharam isenção de 50%.

“Nossa expectativa é de seguir alcançando recordes. Ainda neste mês vamos divulgar no regulamento desportivo aos pilotos”, revela, sem esconder a meta de atingir a marca de uma centena de carros inscritos. “Talvez não neste ano, mas em um dos próximos, dentro do crescimento que estamos buscando para o evento que já é um grande sucesso em todo o país”, finaliza Massaro, que vai atuar na 33ª Cascavel de Ouro também como piloto.

14/02/2019 - Grelak Comunicação

Leia também...

02.04.2019

Primeira fase de inscrições confirma 25 carros no grid da 33ª Cascavel de Ouro

Corrida de 3 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux distribuirá R$ 150 mil em premiações aos primeiros colocados

14.03.2019

Campeão brasileiro, paraibano admite atuação individual na Cascavel de Ouro

Depois do 13º lugar em sua estreia no grid principal, Carlos Machado visa pódio com Fiat Mobi na 33ª edição, que terá premiação de R$ 150 mil

12.03.2019

Carro novo é trunfo dos irmãos Freitas por primeira vitória na Cascavel de Ouro

Bicampeões, Wanderson e Leandro terão temporada da Turismo Nacional como laboratório para desenvolvimento do VW Gol da Geração 7

11.03.2019

‘Jegue’ e Gondra Júnior reeditam dupla pernambucana na 33ª Cascavel de Ouro

Campeões da Copa Masso Alimentos em 2018, pilotos da Jeg Team Racing preparam-se para disputar premiação de R$ 150 mil em novembro

Entre em contato