Capa

Cascavel de Ouro Automobilismo Geral

Pedro Pimenta e Rodrigo Pimenta unem forças em busca do título da Old Stock Race

Rodrigo e Pedro na primeira fila do grid da Old Stock Race em 2018
(Divulgação)

Adversários nas últimas temporadas, os Pimenta passam a atuar em dupla em 2019
(Divulgação)

Pedro Pimenta com o presidente do Grupo Financial Renato costa
(Divulgação)

Sem grau de parentesco, Pedro Pimenta e Rodrigo Pimenta competiram com o 51
(Divulgação)

Pilotos paulistas vão atuar em dupla na quarta temporada da categoria, que terá provas da primeira etapa neste domingo em Interlagos

17.02.2019  |  21 visualizações

A Old Stock Race terá neste domingo (24) as duas corridas da primeira etapa da temporada de 2019. Com grid estimado em 30 carros, a categoria que em 2016 devolveu ao automobilismo nacional as disputas entre pilotos adeptos do modelo GM Opala prevê em seu calendário a realização de sete rodadas duplas – seis delas estão previstas para o Autódromo Internacional José Carlos Pace, em São Paulo, palco da primeira disputa do ano.

Dois dos principais pilotos do grid da Old Stock Race uniram forças para a disputa da temporada de 2019. Rodrigo Pimenta e Pedro Pimenta, paulistas que figuram na galeria de vencedores da categoria, vão competir em dupla na busca pelo título. Sem qualquer grau de parentesco, apesar da coincidência do sobrenome, eles vão revezar, nas 14 corridas do campeonato, a pilotagem do Opala número 51 da equipe Grupo Financial/Dimep.

Rodrigo Pimenta é piloto desde 1992 e, em sua trajetória, contabilizou passagens inclusive pela Stock Car Light brasileira. É o maior vencedor da Old Stock Race, série da qual foi campeão nas duas primeiras temporadas, as de 2016 e 2017 – no ano passado não disputou o campeonato completo e venceu as duas provas da etapa final, que confirmou o título de Rafael Lopes e o vice-campeonato de João Ometto Neto.

Pedro Pimenta, com mais de três décadas de experiência como piloto de automobilismo e com passagens pela Stock Car, conquistou seus dois últimos títulos no Campeonato Paulista de Automobilismo. Foi campeão da categoria Marcas & Pilotos em 2013, formando dupla com Márcio Philippi, e da classe Old Man da Old Stock Race em 2017, quando finalizou o campeonato com a terceira colocação na classificação geral.

O piloto observa a tendência da temporada de 2019 ser a mais difícil da Old Stock Race. “O grid tem pilotos muito fortes. Rafael Lopes, Rodrigo Helal, o João Ometto Neto, pilotos bons e que também têm um poder de fogo grande em suas equipes. A diferença de pontos entre os primeiros a cada etapa é muito pequena e neste ano teremos pontuação para pole e volta mais rápida, o que pode fazer a diferença. Vai ser um campeonato muito forte”, aposta.

O potencial do novo parceiro, adversário nas últimas temporadas, é um dos pontos positivos apontado por Pedro Pimenta. “Vou correr ao lado de um piloto muito rápido e centrado, de um cara que quer fazer automobilismo bem feito. O Rodrigo é muito parecido comigo, e não é só no nome”, atribui. “Ele é bastante objetivo e ponderado, e usa isso para praticar esse esporte, que não é fácil. Esse perfil dele me deixa ainda mais entusiasmado”.

A definição da dupla da equipe Grupo Financial/Dimep é celebrada por Pedro Pimenta. “Estou muito feliz por seguir com a minha vida no esporte que eu tanto amo com quase 58 anos de idade. Já são 33 anos de automobilismo, 30 deles pilotando. Vou me doar ao máximo, como sempre fiz, tentar fazer um trabalho sem erros e buscar jogar o jogo de uma forma competente. A chance de título que vejo para 2019 me deixa entusiasmado para isso”, diz.

A parceria que teve na Old Stock Race com a Motorfast é destacada por Pedro Pimenta. “Fui bastante competitivo com a equipe do Marquinhos, que me atendeu da melhor forma possível, vivi momentos muito bons com eles. Vencemos corridas e fizemos poles graças a um carro bem construído e bem equilibrado”, aponta. “Agora vou sentar no carro bicampeão da categoria, o que é muito gratificante me deixa otimista para disputar o título”.

A preparação do carro dos Pimenta, que terá o número 51 e as logos de Grupo Financial e Dimep, estará a cargo de Alexandre Bueno, mineiro que dedicou ao automobilismo de competição 30 de 42 anos. Passou por uma série de competições, dentre elas Fórmula Ford, Fórmula 3, Fórmula Truck, Marcas & Pilotos, Copa Corsa e também por diversas fases da Stock Car. “Foi na Stock Car que comecei a trabalhar com os Opala de corrida”, lembra.

“Tive a chance de aprender com os melhores preparadores do Brasil. Juan Gregório, Gilberto Magalhães, Maurício Mattos, Zé Maria, Alfredo Guaraná... Minha referência na Stock Car e agora na Old Stock é Jayme Silva, com quem trabalhei por um bom período. Em todas as minhas atitudes sobre a competição eu procuro seguir a linha de raciocínio dele. Sem desmerecer todos os demais, o senhor Jayme é diferenciado”, reverencia Bueno.

17/02/2019 - Grelak Comunicação

Leia também...

Entre em contato